CPG

História

Programa de Pós-Graduação em Ciência Aplicadas à Saúde do Adulto (PrPGCASA) resultou da reestruturação do Programa de Pós-Graduação em Clínica Médica (PrPGCLM). Sua origem remonta a 31 de maio de 2001, quando o PrPGCLM foi aprovado no âmbito da UFMG, e a 28 de agosto de 2002, quando foi credenciado pela CAPES. Durante o processo de consolidação e amadurecimento do PrPGCLM, foram percebidas e também alertadas pelos membros da Comissão de Avaliação da CAPES, algumas deficiências, próprias de um programa novo, que levaram à sua reestruturação.

A reestruturação do PrPGCLM para o PrPGCASA, concretizada em 2008, resultou da incorporação do Programa de Pós-Graduação em Medicina-Gastroenterologia, o qual foi credenciado pela CAPES e funcionava regularmente desde 1994. Ainda, como parte da referida reestruturação foram efetuadas mudanças estruturais significativas:

1) possibilidade de admissão de profissionais não-médicos no corpo discente;
2) mudança do processo de credenciamento de orientadores, com exclusão de professores com pequena participação e credenciamento de novos professores permanentes, mais produtivos;
3) criação de novas disciplinas;
4) reestruturação das linhas de pesquisa;
5) agrupamento das linhas de pesquisa em duas áreas de concentração, Ciências Clínicas e Ciências Aplicadas ao Aparelho Digestivo. Estas modificações, aprovadas pela Câmara de Pós-graduação da UFMG em 27 de março de 2008, objetivaram proporcionar maior excelência e abrangência ao PrPGCASA.

Como resultado desse processo de reestruturação, O PrPGCASA tem hoje mais de 25 professores permanentes com produção científica compatível com Programa de Nível 5, a orientar em média 4,7 alunos. Tem havido crescimento progressivo da participação discente nas publicações e o número de dissertações e teses defendidas também tem aumentado.

Em setembro de 2012 foram extintas as duas linhas de concentração (Ciências Clinicas e Ciências Aplicadas ao Aparelho Digestivo), que abrigavam os docentes pertencentes aos Programas que originaram o PGCASA, o que resultou em maior integração do corpo docente.

Outra prioridade do Programa é o incremento do intercâmbio internacional. Nesse contexto, foi firmado em 2009, convênio entre CAPES e NUFFIC (Netherlands Organization for International Cooperation in Higher Education), que já foi implementado a partir de 2010. Número crescente de alunos tem realizado doutorado sanduíche, e, professores, pós-doutorado no exterior no âmbito desse convênio.

O PrPGCASA tem hoje o conceito 4 da classificação CAPES; no entanto, desde a sua implementação, em 2008, todo o esforço do Colegiado e do corpo de professores tem envidado esforços tanto para a consolidação do Programa em âmbito local e nacional, como para a obtenção de, no mínimo, o conceito 5 da classificação CAPES.

Conceito dos programas na CAPES
Curso Nível 1990/1991 1992/1993 1994/1995 1996/1997 1998/2000 2001/2003
Cirurgia MB B A A 3 3 3
Clínica Médica M/D - - - - 4 4
Gastroenterologia M/D - - B 3 3 4
Saúde da Mulher M/D - B B 4 4 4
Infectologia e Medicina Tropical M/D - A A 6 5 6
Oftalmologia D B - C 4 3 3
Patologia M/D - A A 5 5 6
Saúde da Criança e do Adolescente M/D - A A 4 4 5
Saúde Pública M/D - - - - 4 4