Novidades favorecem inclusão na revalidação de diplomas

Publicado em Notícias
24 de março de 2011

O edital com as regras para revalidação de diplomas de graduação emitidos por instituições estrangeiras traz um conjunto de novidades. O objetivo é favorecer a inclusão social, dando oportunidade para que mais pessoas participem do processo.

A mudança de maior destaque diz respeito à quantidade de pedidos de revalidação que serão analisados. Até o ano passado, havia sempre um limite estipulado. Em 2009, por exemplo, somente seriam considerados os primeiros 100 inscritos para o curso de Medicina. No edital desse ano, pela primeira vez, não haverá limite de inscrições.

A informatização do processo também contribui para a inclusão. De forma inédita, a inscrição ocorrerá exclusivamente pela internet e somente precisará comparecer à UFMG quem for convocado para realizar provas. É possível ainda acompanhar o andamento do processo pelo portal da Prograd.

Diferentemente de alguns editais passados da UFMG e do que é praticado por algumas universidades, também não há restrição regional. Ou seja, a requisição da revalidação do diploma pode ser realizada por residentes de qualquer parte do Brasil.

Documentação
O edital desse ano reduz drasticamente a quantidade de documentos que necessitam de tradução juramentada. Essa medida evitará gastos extras para os inscritos. Além disso, os documentos emitidos em língua espanhola não precisarão de nenhuma tradução. “Essa mudança terá grande impacto, pois cerca de 90% dos pedidos de revalidação de diplomas em Medicina são de graduados em países da América Latina e do Caribe”, conta André Cabral, pró-reitor adjunto de graduação.

Inscrição
As inscrições devem ser realizadas entre as 12h do dia 5 de abril e as 17h do dia 5 de maio pelo portal da Prograd. A taxa de inscrição é de R$1.060,80 para o curso de Medicina e de R$636,48 para os demais. Outra medida inédita deste edital é a possibilidade de obter, mediante análise socioeconômica, isenção parcial ou total do valor. Para tanto, é preciso registrar o pedido no portal da Fundação Mendes Pimentel (Fump) até 30 de março.

Leia também: UFMG publica edital para revalidação de diplomas estrangeiros

Acesse aqui o edital.

Share

Edital para revalidação de diplomas estrangeiros é publicado

Publicado em Notícias
24 de março de 2011

A UFMG publicou hoje edital com as regras para revalidação de diplomas de graduação emitidos por instituições estrangeiras. As inscrições devem ser realizadas entre as 12h do dia 5 de abril e as 17h do dia 5 de maio pelo portal da Prograd. O edital engloba todos os cursos reconhecidos da UFMG e não há restrição a nenhuma instituição estrangeira de ensino superior.

Para confirmar a inscrição, o pagamento da taxa deverá ser realizado até 6 de maio e toda a documentação deverá ser enviada, via Correios, entre os dias 7 e 14 de maio. Vale a data de postagem e só serão aceitos os documentos encaminhados por Sedex e que estiverem de acordo com as orientações do edital.

A taxa de inscrição é de R$1.060,80 para o curso de Medicina e de R$636,48 para os demais. “É um valor alto, mas inferior ao de muitas outras universidades do país”, diz André Cabral, pró-reitor adjunto de graduação. É possível pedir isenção total ou parcial desses valores. A solicitação deve ser realizada no portal da Fundação Mendes Pimentel (Fump) até 30 de março. O deferimento do pedido depende de análise socioeconômica.

Segundo André Cabral, nos últimos anos, cerca de 90% dos pedidos de revalidação de diploma recebidos pela UFMG foram em Medicina. A UFMG tem cumprido a legislação, que determina o prazo de 6 meses para emissão dos pareceres conclusivos.

Processo unificado
No Brasil, apenas universidades públicas podem revalidar diplomas estrangeiros. Recentemente, uma portaria interministerial propôs que as instituições aderissem a um processo comum e padrão para revalidação de diplomas em Medicina. André Cabral esclarece que a UFMG não aderiu.

“Nossa instituição é uma das mais experientes, tendo revalidado seu primeiro diploma estrangeiro há cerca de 80 anos. Avançamos para um processo unificado que engloba todos os nossos cursos e não faria sentido trabalharmos em um processo diferenciado só para o curso de Medicina”, diz ele. Segundo diretriz aprovada no ano passado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFMG (Cepe), a revalidação de diplomas estrangeiros deve ocorrer anualmente.

Leia também: Novidades favorecem inclusão na revalidação de diplomas

Acesse aqui o edital.

Share

Divulgado edital da isenção da taxa do Vestibular UFMG 2012

Publicado em Agenda
24 de março de 2011

Candidatos ao Vestibular UFMG 2012 interessados em solicitar isenção da taxa de inscrição ao concurso poderão se inscrever no período de 13 de abril a 3 de maio de 2011, no site www.ufmg.br/copeve. O Programa de Isenção da Taxa de Inscrição ao Vestibular UFMG 2012 vai conceder, além de isenção integral, isenção parcial, ou seja, 50% do valor total da taxa.

Podem se inscrever estudantes:

· que já tenham concluído o Ensino Médio ou estejam cursando a última série desse nível;

· estejam inscritos no Ensino Médio por exame supletivo e possam comprovar aprovação em, no mínimo, quatro matérias desse curso;

· estejam cursando o Ensino Médio por Curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e possam comprovar a conclusão do primeiro ano desse curso.

A lista da documentação necessária está no site da Copeve, no item IV do edital – Da Documentação Comprobatória.

Para o candidato que não tiver de computador e/ou acesso à internet,  haverá postos de atendimento abertos entre os dias 13 de abril e 3 de maio de 2011, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h, no Centro Cultural UFMG (avenida Santos Dumont, 174, Centro, Belo Horizonte/MG) e na sede da Copeve/UFMG (avenida Presidente Antônio Carlos, 6.627, Pampulha, Unidade Administrativa III, 2º andar, campus Pampulha da UFMG, Belo Horizonte/MG).

No último dia de inscrição, 3 de maio de 2011, o link para requerimento de inscrição, na página da Copeve/UFMG, estará disponível somente até as 19h.

O resultado geral do Programa de Isenção da Taxa de Inscrição ao Vestibular UFMG 2012 será divulgado a partir do dia 5 de agosto de 2011, pela internet, no endereço www.ufmg.br/copeve, ou pelos telefones (31) 3409-6700 ou (31) 3409-4408, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

(*Com Assessoria de Comunicação Cedecom/UFMG)

 

 

Share

Seminário sobre telessaúde reúne gestores municipais

Publicado em Tecnologia
24 de março de 2011

Secretários de saúde e coordenadores do Programa Saúde da Família (PSF), além de médicos, enfermeiros e dentistas de 42 municípios participaram nesta quinta-feira, 24, do Seminário de Avaliação do Projeto Nacional de Telessaúde, no Salão Nobre da Faculdade de Medicina.

Maria Angélica, Eliane Palhares, Francisco Penna, Cláudio Souza e Evandro Abdo deram as boas-vindas aos participantes do Seminário

Na abertura do encontro, o coordenador do projeto, professor Cláudio Souza, destacou a importância da telessaúde para o desenvolvimento do Sistema Único de Saúde (SUS), sobretudo na atenção básica. “Nós somos um país grande, desigual, onde os grandes centros concentram os recursos”, disse.

A médica responsável pelo acompanhamento dos municípios no Núcleo de Telessaúde (Nutel) da Faculdade de Medicina, Maria Angélica Salles Dias, lembrou que as teleconsultorias e teleconferências ajudam a evitar deslocamentos desnecessários de pacientes para as grandes cidades. “Com a telessaúde, o cuidado no município torna-se mais resolutivo. Isso aumenta o vínculo dos profissionais das unidades municipais com os usuários e humaniza o atendimento”, explicou.

 

Desafios

Os especialistas que participaram do encontro falaram também da importância da telessaúde como ferramenta de troca de conhecimentos e de qualificação dos profissionais da área. Eles apontaram ainda alguns desafios para a consolidação da telessaúde, como a maior participação de docentes e alunos no suporte do processo. “É necessário criar infraestrutura tecnológica para a comunidade acadêmica usar os recursos no ambiente de trabalho. Até agora, nós usamos os recursos do Nutel, da Medicina”, afirmou a vice-diretora da Escola de Enfermagem da UFMG, Eliane Palhares.

Essa realidade começa a mudar na Faculdade de Odontologia, outra unidade de ensino envolvida no projeto. Segundo o diretor, Evandro Neves Abdo, a instituição está investindo na aquisição de novos equipamentos, como computadores e câmeras de vídeo, e no treinamento de profissionais para a criação de um novo centro de difusão da telessaúde.

 

Share

Adélia Prado debate humanização da saúde

Publicado em Centenário, Entrevistas
24 de março de 2011

Autora de mais de mais de 20 obras literárias e reconhecida como importante escritora do feminismo, Adélia Prado foi modesta ao falar sobre a conferência “Humanização da Saúde”, que vai proferir no dia 28 de março como parte das comemorações do Centenário da Faculdade de Medicina da UFMG. “Eu pretendo muito mais promover uma discussão do que levar uma ideia pronta”, afirmou.

Adélia Prado em palestra para o "Saúde & Cultura", da Faculdade de Medicina da UFMG, em 2008.

Em entrevista por telefone, a escritora, mineira de Divinópolis, adiantou algumas das propostas do debate. À Faculdade de Medicina, onde já esteve em outras ocasiões, referiu-se como “um espaço privilegiado”. Confira a entrevista na íntegra.

Muito se fala sobre a humanização da saúde. O que seria isso, na prática?

É, na verdade, o problema da humanização da medicina pela arte. A ideia é debater a necessidades dos profissionais da saúde de fazerem e terem experiências simbólicas pela arte. Que eles busquem um sentido mais humano na profissão, e não apenas utilitário.

Quais os prejuízos de uma prática médica pouco humanista?

Não é só para a medicina, mas para qualquer profissão. Estamos vivendo em um contexto social que descarta qualquer valor simbólico, experiências transcendentais. Os profissionais estão buscando significados momentâneos que não vão produzir sentido total para a vida.

Como é possível promover a formação de um médico mais humano e sensível aos pacientes dentro das instituições de ensino?

Incluindo disciplinas humanas, estudos de arte. É uma mudança de currículo e de comportamento pedagógico completamente possível. E que depende, claro, de uma decisão política também.

Qual pode ser o papel da Faculdade de Medicina da UFMG para a humanização da saúde?

A Faculdade de Medicina é um espaço privilegiado para discutir esse assunto. Trata-se de uma classe (médica) que tem enorme poder sobre comportamento, felicidade das pessoas. Eu pretendo muito mais promover uma discussão do que levar uma ideia pronta.

A conferência “Humanização da Saúde”, pela escritora Adélia Prado, será realizada no dia 28 de março, às 19h30, no Minascentro, que fica na avenida Augusto de Lima, 785, Centro – Belo Horizonte/MG. A entrada é franca, aberta ao público. O evento contará ainda com apresentação do grupo musical “Amaranto”.

Share

HC realiza mutirão para diagnóstico de distúrbios de memória

Publicado em Utilidade pública
24 de março de 2011

Até a próxima sexta-feira, dia 25 de março, o Hospital das Clínicas da UFMG realiza uma nova edição do Curso-Mutirão para Diagnóstico de Distúrbios de Memória e Demência. O evento é direcionado a médicos da Rede Básica de Saúde e aos idosos com queixas de esquecimento. O principal objetivo é instrumentalizar os médicos participantes para a realização de diagnósticos de distúrbios de memória e demências, especialmente da Doença de Alzheimer.

Os idosos com queixa de esquecimento devem procurar os Centros de Saúde e solicitar o agendamento de uma consulta para o Mutirão para Diagnóstico de Distúrbios de Memória e Demências do HC/UFMG, encaminhamento que pode ser feito por qualquer profissional de saúde da unidade através do Sistema de informações on-line (SISREG) para a Geriatria/Mutirão de Demências do HC/UFMG.

Os interessados também podem ir diretamente ao Instituto Jenny de Andrade Faria de Atenção à Saúde do Idoso e da Mulher (Alameda Álvaro Celso, 117, Santa Efigênia), mas apenas: às 8h ou às 13h, quando serão distribuídas senhas, que são limitadas. Informações adicionais pelo 3409-9038 ou 3226-2386.

Share

Proext 2011 vai apoiar programas e projetos de extensão

Publicado em Extensão
24 de março de 2011

Estão abertas até 1º de abril, às 9h, as inscrições internas de propostas de programas e projetos no âmbito da extensão universitária, PROEXT 2011/MEC/SESu. As inscrições serão feitas apenas por meio eletrônico, pelo email proextufmg@gmail.com, com a cópia para o Cenex da Unidade.

Em 2010, a UFMG foi a universidade brasileira que teve o maior número de projetos e programas aprovados, num total de 29 propostas, no valor aproximado de dois milhões de reais.

O Proext 2011 é um instrumento que abrange programas e projetos de extensão universitária, com ênfase na inclusão social buscando fortalecer a institucionalização da extensão no âmbito das Instituições Federais e Estaduais de Ensino Superior. Neste ano, cada instituição de ensino superior federal, estadual ou filantrópica, vai poder inscrever até 21 projetos e 28 programas de extensão, sendo que o limite máximo de financiamento será de R$ 50 mil por projeto e R$150 mil por programa.

Entre os principais objetivos destacam-se: melhorias nas condições de gestão das atividades acadêmicas de extensão, apoio ao desenvolvimento de programas e projetos de extensão, estímulo ao desenvolvimento social e o espírito crítico dos estudantes e principalmente melhoria da qualidade de educação brasileira por meio do contato direto dos estudantes com realidades concretas e da troca de saberes acadêmicos e populares.

O edital conta com cronograma que prevê etapas de submissão das propostas e trâmites específicos internos, por isso, é essencial que os coordenadores de projetos de extensão universitária leiam detalhadamente o edital e estejam atentos aos prazos. Para concorrer ao programa, o coordenador tem que verificar se o seu projeto se encaixa em uma das treze linhas temáticas pré-definidas e seus respectivos subtemas.

Outras informações no edital ou pelo telefone (31) 3409 – 4637.

 

Share

“Imagem corporal: uma abordagem clínica”

Publicado em Calendario
24 de março de 2011

19 de abril de 2011 (terça-feira)
14h
Faculdade de Medicina – Sala 526 –  5°Andar

 

DEFESA DE DISSERTAÇÃO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE
Area de Concentração em Saúde da Criança e do Adolescente – Nível Doutorado

Aluna:  ANA MARIA COSTA DA SILVA LOPES

Título:
“IMAGEM CORPORAL: UMA ABORDAGEM CLÍNICA”

Banca Examinadora:
Prof. Roberto Assis Ferreira/Orientador  – UFMG
Prof. Jésus Santiago – Coorientador – UFMG
Profa. Eduardo Araújo de Oliveira – UFMG
Prof. Ram Avraham Mandil – UFMG
Prof. Marcelo Frederico Augusto do Santos Veras – UFBA
Profa. Maria Elisa Parreira Alvarenga Long – FHEMIG

 

Share

“Valor da vibrocompressão como método fisioterápico de desobstrução prévia da árvore traqueobrônquica para coleta de amostra de aspirado traqueal para diagnóstico etiológico de pneumonia”

Publicado em Calendario
24 de março de 2011

19 de abril de 2011 (terça-feira)
14h
Faculdade de Medicina – Sala 526 –  5°Andar

 

DEFESA DE DISSERTAÇÃO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE
Infectologia e Medicina Tropical – Nível Mestrado

Aluna:  OLGA SILVIA FELICORI TONELI MENDES

Título:
“VALOR DA VIBROCOMPRESSÃO COMO MÉTODO FISIOTERÁPICO DE DESOBSTRUÇÃO PRÉVIA DA ÁRVORE TRAQUEOBRÔNQUICA PARA COLETA DE AMOSTRA DE ASPIRADO TRAQUEAL PARA DIAGNÓSTICO ETIOLÓGICO DE PNEUMONIA”

Banca Examinadora:

Prof. Ênio Roberto Pietra Pedroso /Orientador – UFMG
Profa. Raquel Rodrigues Brito – UFMG
Prof. Ricardo de Amorim Corrêa – UFMG

 

 

Share

“Fatores associados às alterações de linguagem oral em escolares de 6 a 10 anos de idade em Belo Horizonte ”

Publicado em Calendario
24 de março de 2011

12 de abril de 2011 (terça-feira)

14h

Faculdade de Medicina – Sala 526 –  5°Andar

DEFESA DE DISSERTAÇÃO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

Área de Concentração em Saúde da Criança e do Adolescente – Nível Mestrado

Aluna:  CLARICE PASSOS FRICHE

Título:

“FATORES ASSOCIADOS ÀS ALTERAÇÕES DE LINGUAGEM ORAL EM ESCOLARES DE 6 A 10 ANOS DE IDADE EM BELO HORIZONTE ”

Banca Examinadora:

Profa. Lúcia Maria Horta de Figueiredo Goulart /Orientadora – UFMG

Profa. Cláudia Regina Lindgren Alves – UFMG

Profa. Rosa Resegue Ferreira da Silva – UNIFESP

Profa. Stela Maris Aguiar Lemos – UFMG

 

Share
próximo »