Concurso de vídeos do Cobem prorroga inscrições e muda edital

Publicado em Centenário, Oportunidades
31 de outubro de 2011

O concurso de vídeos promovido pelo 49º Congresso Brasileiro de Educação Médica (Cobem) adiou o prazo de inscrições e flexibilizou as regras. A nova data limite para inscrição de trabalhos é 6 de novembro. A mudança mais significativa no edital diz respeito a forma de envio dos vídeos, que agora poderão ser postados na internet, por meio do site de compartilhamento Wetransfer. Antes da modificação, somente seriam aceitos DVDs enviados via correios.

Podem participar do concurso alunos de Medicina de qualquer instituição inscritos no Cobem. Os vídeos devem ter até 3 minutos e abordar o tema Um olhar sobre o compromisso do estudante com a Escola Médica. A finalidade é incentivar a reflexão do estudante de Medicina sobre a vida acadêmica e a realidade do ensino médico no Brasil, por meio da linguagem audiovisual.

Uma equipe de jurados irá selecionar até 40 vídeos para exibição durante o Cobem. Os cinco melhores serão premiados. Os vencedores vão ganhar entre 500 e 1,25 mil reais, e livros didáticos para o quarto e quinto colocados.

Cobem 2011
O Cobem é promovido pela Associação Brasileira de Educação Médica (Abem) e será realizado pela primeira vez em Belo Horizonte, de 12 a 15 de novembro, no campus Pampulha da Universidade. O evento integra as comemorações do Centenário da Faculdade de Medicina da UFMG.

- Leia o comunicado da Comissão de Premiação e Concursos do Cobem sobre as mudanças no edital.

- Leia também o novo edital.

- Visite o portal do Cobem 2011.

 

Share

Participantes da ICUH 2011 visitam Aglomerado da Serra

Publicado em Centenário, Notícias
31 de outubro de 2011

Participantes da 10ª Conferência Internacional de Saúde Urbana (ICUH 2011) terão a oportunidade de conhecer o Programa Vila Viva, projeto de revitalização e urbanização das favelas da capital mineira. Eles serão guiados por representantes da Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel) ao Aglomerado da Serra. O grupo de até 125 pessoas sairá do Minascentro no dia 1º de novembro, às 15h, após receber informações gerais numa reunião às 13h30, na sala Granada.

O trajeto inclui diversos locais onde foram realizadas obras de urbanização do Programa Vila Viva, tais como o Beco São Vicente, a Avenida Cardoso, o Parque da Terceira Água, o Espaço Cidadania Vila Fátima, o Complexo Esportivo Aglomerado da Serra Mario Guimarães e as Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs).

Segunda Waleska Caiaffa, organizadora da ICUH, o objetivo é demonstrar a importância do desenvolvimento de projetos que unam poder público e população com intenção de buscar soluções que sejam importantes para a cidade e, principalmente, para seus habitantes. “Quando alguém que mora em área de risco é levado para uma moradia decente, em uma região que tenha infraestrutura, como tratamento de esgoto, centros de saúde, escolas e áreas de lazer, há um ganho de qualidade de vida, o que naturalmente contribui para a melhoria da saúde”, completa Caiaffa.

Sobre o Vila Viva
O Programa Vila Viva é uma iniciativa da Prefeitura de Belo Horizonte e começou a ser implantado no Aglomerado da Serra em 2005. A região concentra cerca de 50 mil moradores divididos em seis vilas, formando o maior aglomerado da capital mineira. A iniciativa prevê obras de saneamento, construção de unidades habitacionais, remoção de famílias e eliminação de áreas de risco, reestruturação do sistema viário, urbanização de becos e vielas, implantação de parques e áreas para a prática de esportes e atividades de lazer.

ICUH 2011
Com o tema “Ações de Saúde Urbana direcionadas à equidade”, a 10ª Conferência Internacional de Saúde Urbana, inédita na América Latina, será realizada entre os dias 1º e 4 de novembro, no Minascentro, simultaneamente ao 2º Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG. Os dois eventos integram as comemorações do Centenário da instituição.

 

Share

Programa de rádio da Medicina é finalista de prêmio

Publicado em Divulgação científica, Notícias
31 de outubro de 2011

Dois projetos de extensão desenvolvidos pela UFMG estão entre os finalistas do Prêmio Cidadania Sem Fronteiras, parceria do Instituto da Cidadania Brasil e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação que terá seus vencedores anunciados na noite desta segunda-feira, dia 31, em São Paulo.

Na categoria Comunicação, o representante da Universidade é o programa radiofônico Saúde com Ciência, produzido pela Assessoria de Comunicação da Faculdade de Medicina e veiculado na rádio UFMG Educativa e em outras 19 emissoras de Minas Gerais. O Saúde com Ciência trabalha com a divulgação do conhecimento sobre saúde com foco na promoção do bem-estar e não apenas na orientação sobre como lidar com as doenças.

O outro concorrente é o projeto Telessaúde: Expandindo a atuação geográfica de hospitais universitários, desenvolvido pelo Hospital das Clínicas da UFMG, e que foi inscrito na categoria Saúde.

 

Share

Saúde da Mulher recebe professor da Universidade do Porto

Publicado em Pós-graduação, Tecnologia
31 de outubro de 2011

O Programa de Pós-Graduação em Saúde da Mulher recebe nesta segunda-feira, 31, a visita do ginecologista e obstetra Diogo Ayres de Campos,  coordenador da Pós-Graduação em Ginecologia e Obstetrícia e do Centro de Simulação Obstétrica da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, em Portugal.

Diogo Campos coordena a pós-graduação em Ginecologia e Obstetrícia da Universidade do Porto

O professor, que também é responsável pelo sistema informatizado de vigilância ao bem-estar fetal no trabalho de parto, usado em muitos países europeus, o Sisporto, conduziu um treinamento em várias situações obstétricas em ambiente de simulação, no Centro de Tecnologia em Saúde (Cetes) da Faculdade de Medicina da UFMG.

O professor conduziu a Capacitação em Urgências Obstétricas, no Laboratório de Simulação do Cetes

À tarde, das 14h30 às 16h, Diogo Campos visita a maternidade do Hospital das Clínicas da UFMG. Em seguida, às 17h, participará de uma banca de defesa de dissertação de Mestrado no auditório do Instituto Jenny Faria.

A visita foi viabilizada por um acordo de intercâmbio institucional entre os cursos de Medicina da UFMG e da Universidade do Porto, a partir do envolvimento dos professores do departamento de Ginecologia e Obstetrícia Antônio Carlos Cabral e Zilma Reis.

 

Share

Medalha Cícero Ferreira será entregue a Ennio Leão

Publicado em Centenário, Especial, Pessoas
31 de outubro de 2011

Aos 80 anos, o pediatra Ennio Leão, professor emérito da UFMG, será o primeiro condecorado com a Medalha Cícero Ferreira, que vai ser entregue na abertura oficial do 2º Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG e da 10ª Conferência Internacional de Saúde Urbana. A solenidade está marcada esta quarta-feira, 2 de novembro, às 19h30, no auditório Topázio do Minascentro.

O pediatra Ennio Leão. Ao fundo, a imagem de Cícero Ferreira, que dá nome à medalha. Foto: Bruna Carvalho.

Ennio Leão formou-se em 1955 na UFMG. Teve participação ativa na clínica pediátrica, com destaque para a hidratação venosa em resposta à perda de líquido causada, principalmente, pela diarreia aguda. Participou ainda da divulgação da terapia de reidratação oral em Minas. Defendeu um diagnóstico diferenciado para a icterícia neonatal e foi estudioso das doenças nutricionais, especialmente da desnutrição, do raquitismo e do escorbuto. Mostrou a possibilidade do tratamento ambulatorial da desnutrição, numa época em que o diagnóstico da doença implicava no tratamento hospitalar.

Ao longo dessas cinco décadas, o pediatra vivenciou avanços importantes na profissão. “A Medicina mudou radicalmente. Há alguns anos, a mortalidade infantil era muito grande, em decorrência, sobretudo, de problemas como diarreia e doenças infecciosas”, conta. “A função da Pediatria hoje é muito mais abrangente e importante, porque sabemos que grande parte das doenças do adulto tem início na infância ou até mesmo na gravidez”, explica.

O professor não acredita na suposta redução do interesse pela Pediatria nos dias de hoje, mas na opção dos estudantes por novas especialidades. “A população era uma pirâmide, hoje caminha para um retângulo. A quantidade de idosos aumentou sobremaneira, levando à criação de uma nova especialidade, a geriatria, e a atenção à criança mudou bastante, tal o número de áreas que o pediatra é obrigado a investigar, em função de patologias até então pouco exploradas”, avalia.

Ennio Leão continua em atividade, voluntariamente, no Ambulatório de Doenças Nutricionais do Hospital das Clínicas da UFMG. Sobre a indicação para receber a medalha, o professor disse ter ficado surpreso e orgulhoso, mas faz questão de compartilhar a homenagem. “Não fiz por merecê-la sozinho”, diz.

O espírito solidário vem dos tempos de estudante. “Ele foi certamente uma das pessoas que mais frequentou a biblioteca Baeta Vianna. Na época não tinha essa facilidade do Portal Capes, era ele quem tirava cópias e levava as novidades para os colegas”, conta o diretor da Faculdade de Medicina, Francisco Penna. “O Ênio é um dos pediatras mais importantes de Minas Gerais e atuou na formação de centenas de profissionais do estado e do país”, resume Penna.

Medalha

Criada neste ano, dentro das comemorações do Centenário da Faculdade de Medicina da UFMG, a  medalha Cícero Ferreira vai homenagear profissionais que se destacam pela dedicação e contribuição à unidade. A escolha do homenageado é feita por uma comissão nomeada pela Congregação da Faculdade, a partir dos nomes indicados pelos setores e departamentos. A condecoração será anual, e a partir de 2012, será entregue sempre em março, mês do aniversário da instituição. A medalha leva o nome de um dos fundadores e primeiro diretor da Faculdade.

(Atualizada em 31/10/2011 às 9h55)

Share

Saúde com Ciência: promoção da saúde e o indivíduo

Publicado em Centenário, Divulgação científica
31 de outubro de 2011

Especialistas irão discutir o tema durante o 2º Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG

Se você acha que ter saúde é não estar doente, está enganado. Estar saudável significa ter boas condições de trabalho, educação, alimentação balanceada, moradia, cultura e lazer. Em outras palavras significa estar em um completo estado de bem-estar físico, mental e social.

Coordenador do Eixo 6 do 2º Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG, que abordará a perspectiva do individuo quanto à promoção da saúde, João Gabriel Fonseca, professor do departamento de Clinica Médica da instituição, alerta que manter uma vida equilibrada começa no plano individual. “53% da saúde de uma pessoa depende exclusivamente dela, da forma como ela vai gerenciar sua vida cotidiana”, afirma o médico.

Maria Isabel Correia, coordenadora executiva do Congresso, ressalta o papel de cada um com a sua saúde. “Como indivíduos nós devemos nos preocupar com aquilo que nos ajuda a manter a saúde em dia, ou seja, alimentar-se bem, praticar atividades físicas regulares, participar de atividades de lazer que levam o indivíduo ao relaxamento”, afirma.

Promover saúde também é de responsabilidade do Estado, defende a professora. “O Estado deveria promover campanhas semelhantes as que estimulam a identificação precoce de alguns tipos de doenças, porém voltadas para a promoção da saúde, além de ampliar iniciativas como programas de saúde familiar”.

Investir em promoção da saúde também traz retorno para o poder público, que pode poupar gastos no tratamento de doenças ligadas a maus hábitos de vida. “Doenças alimentares, sedentarismo e tabagismo podem ser evitadas”, enfatiza Maria Isabel Correia.

Tema da Semana

Como podemos promover a própria saúde e, portanto, viver com melhor qualidade de vida. O Saúde com Ciência apresenta entre os dias 31 de outubro a 4 de novembro a discussão do Eixo 6: Programas de Promoção de Saúde na Perspectiva do Individuo, do 2º Congresso Nacional de Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG. Confira a programação completa das edições da semana:

O que é promoção da saúde – Segunda-Feira (31/10/2011)

Como promover saúde – Terça-Feira (01/11/2011)

Obesidade, um mal a ser combatido – Quarta-Feira (02/11/2011)

Responsabilidade: Estado x Individuo – Quinta-Feira (03/11/2011)

Musica para saúde – Sexta-Feira (04/11/2011)

Saúde com ciência

O Saúde com Ciência é um programa desenvolvido pela Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e tem a proposta de informar e tirar dúvidas da população sobre temas da saúde.

O programa é veiculado em vinte emissoras de rádio. Também é possível conferir as edições pelo site do Saúde com Ciência.

 

Share

Meu problema é – buraco macular

Publicado em Saiu na Imprensa
31 de outubro de 2011

Publicado no jornal O Tempo, página 13 do 1º Caderno. Márcio Nehemy é professor do departamento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da UFMG.

Share

Agenda

Publicado em Saiu na Imprensa
31 de outubro de 2011

Publicado no jornal Estado de Minas, página 22 do caderno Gerais.

Share

Medicina aposta na pesquisa molecular e em novas tecnologias

Publicado em Saiu na Imprensa
29 de outubro de 2011

Publicado no jornal Estado de Minas, página 18 do Caderno Especial.

 

Share

2º Congresso Nacional de Saúde

Publicado em Saiu na Imprensa
29 de outubro de 2011

Publicado no jornal Estado de Minas, página 31 do Caderno Especial.

 

Share
próximo »