Acesso interno

Lives da UFMG discutem implicações da Inteligência Artificial na área da saúde

Eventos, que serão realizados no próximo dia 27, integram a programação da Semana do Conhecimento.


19 de outubro de 2021 - , ,


Como a Inteligência Artificial (IA) pode melhorar nossa saúde? Existem oportunidades da IA para saúde e bem-estar? Quais os desafios éticos e legais da IA aplicada à saúde? Essas questões serão debatidas durante as três lives que integrarão a programação da Semana do Conhecimento UFMG, no dia 27 de outubro, a partir das 15h. Cada encontro terá duração de 60 minutos e será transmitido em sequência pelo canal do Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares (IEAT) no YouTube.

Os convidados são cientistas e profissionais da UFMG e de outras organizações públicas e privadas. Segundo a professora da Faculdade de Medicina da UFMG e coordenadora  de Educação e Difusão do Conhecimento do Centro de Inovação em Inteligência Artificial para a Saúde (CIIA-Saúde),  Zilma Reis, o objetivo do evento, é manter um canal de diálogo com a sociedade, “inclusive com os profissionais de saúde que ainda veem as ferramentas computacionais, tecnológicas e de robótica como distantes e intangíveis na sua formação e na vivência da assistência”.

Na live das 15h, sobre Como a IA pode melhorar nossa saúde, participam os professores Tom Ribeiro, vice-diretor do CIIA-Saúde, Nívio Ziviane, do Departamento de Ciência da Computação da UFMG. O professor Virgílio Almeida, diretor do CIIA-Saúde, será o moderador.

Às 16h, o tema será Oportunidades da IA para saúde e bem-estar, com os professores convidados Wagner Meira, coordenador do CIIA-Saúde, o médico Sérgio Adriano Loureiro Bersan, da Unimed, e a professora  Ana Paula Couto da Silva, como mediadora.

Na última live, às 17h, os professores Leonardo Netto Parentoni , da Faculdade de Direito da UFMG, e Mário Neto Borges, da Facens e Newton Paiva, debaterão os Desafios éticos e legais da IA aplicada à saúde, com moderação da professora Zilma Reis.

IA na tomada de decisões

A Inteligência Artificial (IA) é um campo que combina ciência da computação e grandes volumes de dados, com o objetivo de desenvolver a construção e o estudo de algoritmos capazes de aprender e fazer predições sobre dados e a resolver problemas de forma exponencialmente mais rápida e mais eficaz, explica professora do Departamento de Ciência da Computação da UFMG, Ana Paula Couto, que também integrante o CIIA-Saúde.

Ana Paula lembra que algoritmos de Inteligência Artificial já estão no nosso dia a dia, nos filtros AntiSpam, em sistemas de busca na internet, no reconhecimento de imagens e em vários campos da ciência. Na área da saúde, essa ferramenta tem grande utilidade no processo de tomada de decisão dos profissionais, com base em evidências científicas mais sólidas e que podem ser geradas rapidamente considerando potencialmente um sem-número de variáveis. 

Veja a programação da Semana do Conhecimento UFMG 2021, que ocorre de 25 a 29 de outubro.


Centro de Comunicação da UFMG