Acesso interno

Professores da Faculdade estão entre os cientistas mais influentes do mundo

Pesquisa publicada no periódico Plos Biology aponta professores entre os mais citados ao longo da carreira e também no ano de 2019.


19 de novembro de 2020 - , ,


Professores da Faculdade de Medicina da UFMG estão entre os pesquisadores mais citados do mundo. É o que aponta o levantamento “Updated science-wide author databases of standardized citation indicators”, publicado no periódico americano Plos Biology em 16 de outubro. A pesquisa foi realizada utilizando a base de dados Scopus, levando em conta o número de citações a trabalhos científicos ao longo da carreira.

Os professores Antônio Luiz Pinho Ribeiro, Francisco Eduardo Costa Cardoso, José Roberto Lambertucci e Teresa Cristina de Abreu Ferrari, do Departamento de Clínica Médica; e Andy Petroianu, do Departamento de Cirurgia, aparecem entre os cientistas com o maior número de citações a suas produções científicas.

Outra lista, que considera os pesquisadores que receberam o maior número de citações no ano de 2019, inclui os professores Ana Cristina Simões e Silva, do Departamento de Pediatria; Antônio Luiz Pinho Ribeiro, da Clínica Médica; e Maria Isabel Toulson Davisson Correia, da Cirurgia.

“A PLOS Biology é uma revista científica de impacto, que publica sob o sistema de peer review desde 2013”, explica a vice-diretora da Faculdade e professora do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia, Alamanda Kfoury Pereira. De acordo com ela, a revista capacita os autores a compartilhar a história completa por trás de sua ciência com um público global de pesquisadores, educadores, formuladores de políticas, grupos de defesa de pacientes e público em geral.

“Esta lista, elaborada com metodologia clara, nos enche de orgulho e gratidão. Para toda a UFMG, e para a Faculdade de Medicina em particular, é uma honra e agradecemos a cada um deles. São verdadeiros exemplos de competência técnico-científica e responsabilidade social para toda a comunidade”, prossegue a vice-diretora Alamanda.

Ela afirma ainda que esse tipo de publicação tem o poder de aumentar a visibilidade institucional, o que pode contribuir para ampliar os canais de diálogo com órgãos de fomento à pesquisa, seja na esfera pública governamental ou na esfera privada.

Caros Ana Cristina, Andy, Antônio, Francisco, José Roberto, Maria Isabel e Teresa Cristina. Em nome da diretoria da Faculdade de Medicina, expressamos nosso orgulho e gratidão pelas suas valiosas contribuições à ciência brasileira e mundial, fortalecendo a UFMG e sobretudo contribuindo para a melhoria das condições de saúde das pessoas.

Alamanda Kfoury
Vice-diretora da Faculdade de Medicina

Além da vice-diretora, os departamentos de Cirurgia, Clínica Médica e Pediatria, bem como o Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Cirurgia e Oftalmologia enviam seus cumprimentos aos professores por seu destaque internacional na comunidade científica.

Pesquisadores

Ana Cristina Simões e Silva é professora do Departamento de Pediatria desde 1995. É pesquisadora líder do Grupo de Pesquisa Nefrologia Pediátrica junto ao CNPq. Possui linhas de pesquisa em pediatria, Angiotensina-(1-7), hipertensão arterial, sistema renina angiotensina, insuficiência renal crônica e função renal.

Andy Petroianu é professor do Departamento de Cirurgia da Faculdade desde 1978. Atua também como professor e orientador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Cirurgia e Oftalmologia. Possui linhas de pesquisa em cirurgia, esplenectomia, baço, hipertensão porta, cicatrização, apendicite, motilidade do músculo liso, traqueia, motilidade de músculo liso e transplante de órgãos e tecidos, ética médica e didática.

Antônio Luiz Pinho Ribeiro é professor do Departamento de Clínica Médica desde 1991. É também subcoordenador do Programa de Pós-Graduação em Infectologia e Medicina Tropical, e coordenador de Pesquisa e Inovação do Hospital das Clínicas da UFMG. Possui linhas de pesquisa nas áreas de políticas de saúde, marca-passos, cardiologia, doença de Chagas e sistema nervoso autônomo.

Francisco Eduardo Costa Cardoso é professor do Departamento de Clínica Médica desde 1989. Possui linhas de pesquisa nas áreas de doença de Parkinson, coréia de Sydenham e outras manifestações neurológicas de febre reumática; anticorpos anti-núcleos da base, coréias em geral e outros distúrbios do movimento.

José Roberto Lambertucci é professor do Departamento de Clínica Médica desde 1978. É também consultor do Ministério da Saúde do Brasil e da Organização Mundial da Saúde. Possui linhas de pesquisa nas áreas de doenças infecciosas e parasitárias, com ênfase em esquistossomose, febre e HTLV.

Maria Isabel Toulson Davisson Correia é professora do Departamento de Cirurgia desde 2002. É orientadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Cirurgia e à Oftalmologia da Faculdade. Possui linhas de pesquisa nas áreas de desnutrição, cirurgia e terapia nutricional, com enfoque especial em transplante hepático, câncer, lúpus eritematoso sistêmico, metabolismo e nutrientes específicos como arginina, glutamina, citrulina e probióticos.

Teresa Cristina de Abreu Ferrari é professora do Departamento de Clínica Médica desde 1986. É coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Saúde do Adulto e do Programa de Residência Médica em Clínica Médica do Hospital das Clínicas da UFMG. Possui linhas de pesquisa nas áreas de imunobiologia em doenças infecciosas e parasitárias com ênfase em mielorradiculopatia esquistossomótica, febre de origem indeterminada e hepatopatias crônicas.