Acesso interno

Capes PrInt UFMG abre quatro chamadas para mobilidade em 2021

Inscrições começam em março, e os interessados já podem preparar suas propostas


10 de fevereiro de 2021 - , , , , ,


UFMG abre
UFMG espera retomar processos de mobilidade a partir do segundo semestre; expectativa é que até lá o impedimento ao trânsito internacional de pesquisadores diminua consideravelmente. Foto: Ewerton Martins Ribeiro | UFMG

A Pró-reitoria de Pós-graduação (PRPG) acaba de lançar quatro chamadas internas do programa Capes-PrInt UFMG, com foco em mobilidades a serem realizadas de outubro de 2021 a março de 2022. São elas:

– Doutorado-sanduíche no Exterior (PDSE): visa à concessão de bolsas de estágio em pesquisa de doutorado. Duração: de seis a 12 meses.

– Professor Visitante Júnior/Sênior no Exterior (PV no exterior): bolsas para que docentes em efetivo exercício na UFMG realizem estudos avançados no exterior após o doutorado. Duração: de seis a 12 meses.

– Professor Visitante do Exterior (PVE): objetivo é selecionar professores pesquisadores de perfil sênior, atuantes e residentes no exterior, para proferir cursos, treinamentos, palestras ou seminários presenciais de curta duração na UFMG. Duração: 15 dias.

– Pós-doutorado com Experiência no Exterior (PDEE): bolsas para que pesquisadores doutores com experiência no exterior atuem nos programas de pós-graduação da UFMG, em todas as áreas do conhecimento. Duração da bolsa: 12 meses (com possibilidade de duas renovações, totalizando 36 meses).

As propostas deverão ser apresentadas de 1º de março a 4 de abril. Os editais estão disponíveis no site da Pró-reitoria de Pós-Graduação (PRPG) da UFMG. O resultado final das seletivas será divulgado até o dia 12 de julho.

Esperança de retomada da mobilidade

“O ano de 2020 foi marcado pela suspensão das mobilidades internacionais em virtude da pandemia de covid-19. Ainda que a situação de saúde pública continue preocupante, o início da campanha de vacinação em escala global traz esperanças de que essas mobilidades sejam retomadas ao longo de 2021”, afirma o professor Fábio Alves, pró-reitor de pós-graduação da UFMG.

“Para a UFMG, essa retomada permitirá que o processo de internacionalização da pós-graduação tenha continuidade, reforçando a trajetória de excelência da instituição e de seu sistema de pós-graduação”, avalia o pró-reitor.

Fábio Alves, da UFMG: é fundamental criar cultura institucional de internacionalização
Fábio Alves: retomada dará continuidade ao processo de internacionalização da UFMG. Foto: Lucas Braga / UFMG

Redes de pesquisas

O objetivo do Programa Capes-PrInt é viabilizar projetos de internacionalização de universidades e institutos de pesquisa do Brasil por meio da promoção da mobilidade de docentes e discentes, de forma a fomentar a transformação dessas instituições em ambientes internacionais.

O programa colabora para a construção, implementação e consolidação de planos estratégicos de internacionalização das instituições participantes nas áreas do conhecimento por elas priorizadas, além de estimular a formação de redes internacionais de pesquisas que possam potencializar ganhos de qualidade da produção acadêmica por meio da pós-graduação.

Na UFMG, o programa se estrutura em quatro grandes eixos: Sustentabilidade, manejo de risco e governançaNovas tecnologias e fronteiras da ciênciaSaúde e bem-estar e Direitos humanos.


(Centro de Comunicação da UFMG)