Acesso interno

Covid-19 pode causar alterações em exames de sangue

Professor do Departamento de Propedêutica Complementar analisa as mudanças e avalia os desafios da pandemia para os laboratórios clínicos


22 de outubro de 2020 - , , ,


Muita coisa sobre o coronavírus ainda não foi descoberta pela ciência, mas já se sabe que o micro-organismo afeta mais que o sistema respiratório. Por isso, a infecção pode causar alterações no hemograma, exame que avalia as células sanguíneas, e até em outros exames de sangue considerados comuns, como a creatinina. Essas alterações não formam um diagnóstico para a covid-19, mas são importantes pra monitorar o desenvolvimento da doença, como detalha o professor do Departamento de Propedêutica Complementar, Leonardo Vasconcellos.

Para o diagnóstico da covid-19, são utilizados os testes moleculares e os sorológicos. O primeiro tipo é o RT-PCR, que é realizado com a inserção de um swab no nariz ou na garganta e detecta a presença ou não do vírus e confirma se a pessoa está com a covid-19. Já os testes sorológicos são feitos, geralmente, com o sangue e identificam a presença de anticorpos contra a covid-19. Nessa categoria, se incluem os testes rápidos. Para o professor Leonardo Vasconcellos, os testes rápidos carregam um grande potencial, mas têm sido realizados de forma errada.

Leia também: RT-PCR ou sorológico? Entenda as diferenças para os testes da covid-19
Professor da Medicina UFMG tira dúvidas sobre testes para covid-19

Por isso, antes de realizar um teste rápido para detectar a presença de anticorpos contra a covid-19, é preciso avaliar a qualidade do laboratório responsável, o modo como é feita a coleta e quais os controles de qualidade do exame. Outra forma é buscar pelo Programa de Avaliação de Kits para Diagnóstico do Sars-Cov-2, realizado por força-tarefa encabeçada pela Sociedade Brasileira de Análises Clínicas e pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial. O professor detalha como é feita essa avaliação.

O programa avalia também o desempenho dos testes de acordo com o tempo que ocorreu a exposição e a presença de sintomas. Isso vai impactar, segundo o professor Leonardo, no tipo de teste que o paciente deve fazer.

Para acessar a plataforma e conferir as análises feitas, clique aqui.

Mudanças nos laboratórios

Além dos novos testes e dos novos significados que os exames já existentes tomaram, os laboratórios clínicos passaram por outras mudanças devido à pandemia. No começo da pandemia, o setor passou por dificuldades, como destaca o professor Leonardo, que aponta que os laboratórios seguem toda a tendência do sistema de saúde.

Além das dificuldades, os laboratórios enfrentaram uma modernização acelerada, além do adiantamento de discussões e medidas que já estavam em curso, como conclui o professor Leonardo.

Aspas Sonoras

As “Aspas Sonoras”, produção do Centro de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG, ampliam a discussão sobre os temas abordados nas séries de rádio realizadas pelo Saúde com Ciência. As matérias apresentam áudios e textos inéditos do material apurado na produção das séries.