Boletim Matinal altera periodicidade e expande temas

Novos agravos à saúde de interesse comunitário, como a monkeypox, também serão abordados nas edições, que passam a ser semanais.


12 de agosto de 2022 - , ,


O Boletim Matinal Covid-19, iniciativa de extensão da Faculdade de Medicina da UFMG, informa que, a partir da próxima semana, a periodicidade de publicações passará a ser semanal, às sextas-feiras.  

Além da mudança na periodicidade, o editorial da edição desta semana traz uma reflexão sobre a atual dinâmica de circulação do vírus. “A cada dia que passa, temos mais clareza sobre a dinâmica de transmissão, estratégias de prevenção, síndromes clínicas e possíveis tratamentos para covid-19. Em especial, o avanço da vacinação, em que pese a iniquidade de acesso entre países com distintos poderios econômicos, permitiu maior controle da pandemia, ao reforçar as medidas não farmacológicas de prevenção”, aponta a equipe, em editorial.

“Ainda entendemos como fundamentais a análise e divulgação continuadas de novas

informações sobre eficácia e efetividade das vacinas para diferentes perfis e faixas etárias da população, bem como o acompanhamento sistemático dos dados epidemiológicos em âmbitos local, regional e nacional, sempre reforçando a dinâmica da intensificação ou flexibilização das medidas de prevenção individual e coletiva”, reforça o boletim. 

Acompanhe pelas redes sociais: Twitter, Instagram, Facebook, Telegram e Google Groups.

Outra novidade é quanto ao escopo do projeto, que passa a incluir outros agravos emergentes e reemergentes de preocupação internacional e potencial pandêmico, como a monkeypox” e o henipavirus Langya (LayV).

Boletim Matinal

Criado em abril de 2020, a ação publicou boletins diários sobre a situação epidemiológica da covid-19, divulgando dados confiáveis, notícias e artigos com análises do cenário. O material conta com supervisão de professores da Faculdade de Medicina. Desde novembro de 2021, as edições passaram a ser publicadas segunda, quarta e sexta-feira.

A iniciativa foi originada no projeto de extensão “Adote sua vizinhança em tempos de coronavírus”, que promove a atuação de estudantes dos cursos de Enfermagem e Medicina no combate ao novo coronavírus, principalmente em suas de cidades de origem, muitas no interior do estado. 

Leia também: 


Print Friendly, PDF & Email