Acesso interno

Faculdade de Medicina lança e-book prático sobre plataformas virtuais no ensino remoto

Ação de extensão do AVAS21 promove informações técnicas e de inclusão digital para docentes e discentes.


29 de julho de 2020 - , , ,


O programa de inserção da tecnologia no ensino na área da saúde AVAS 21, da Faculdade de Medicina da UFMG, publicou o e-book “Guia prático para uso de plataformas virtuais e ensino remoto”. O conteúdo é voltado para uso de plataformas digitais em contexto de educação e foi feito em parceria com o Centro de Comunicação Social (CCS) e o Centro de Tecnologia em Saúde (Cetes) da Instituição.

A coordenadora do programa e professora do Departamento de Clínica Médica da Faculdade, Rosália Morais Torres, explica que a demanda surgiu dos desafios educacionais da pandemia, que se somam aos econômicos, sociais e médicos. “É um desafio em todos os níveis. Quando a UFMG sinalizou para o Ensino Remoto Emergencial (ERE), a demanda por conhecimento prático das plataformas foi muito grande e houve uma busca por como utilizá-las, além de saber qual é mais adequada para cada tipo de atividade”, diz.

Clique aqui para acessar o site do AVAS 21 e baixar o e-book “Guia prático para uso de plataformas virtuais e ensino remoto”

A professora conta que, seja por personalidade ou outros fatores, existem diferentes níveis de inserção digital entre docentes e discentes. “Não havia lugar que concentrasse todas as informações sobre todas as plataformas. Surgiu ideia de concentrarmos todas em um manual e agregar outras informações para docentes e discentes”, afirma, lembrando que o desafio da interação social no período da pandemia de covid-19 é comum a todos, devido as medidas de isolamento. 

Conteúdo

Print de parte da tabela comparativa entre as plataformas. Confira a íntegra no e-book.

Além da explicação dos principais pontos práticos de cada plataforma, o conteúdo informa sobre a chamada etiqueta digital (que seriam os comportamentos adequados nas interações por esse ambiente), os principais pontos sobre direitos autorais e de imagem no contexto de sala de aula virtual e compila um glossário com os principais termos utilizados.

O formato e-book foi escolhido por permitir atualizações e revisões a curto prazo. Nas cinco semanas de trabalho, foram destrinchadas as principais plataformas, com foco para a Microsoft Teams, que terá maior uso no ERE da UFMG. 

Sugestões para uma nova revisão do conteúdo podem ser feitas pelo email: plataformasvirtuais@medicina.ufmg.br

O e-book contempla as plataformas Google Meet, Zoom, Skype, Microsoft Teams e RNP Conferência Web. Além do guia pormenorizado de cada uma, há capítulos dedicados a transmissão de sessão e produção de aulas a partir de programas gravadores de telas, de uso livre e gratuito e que permitem sincronicidade entre imagem da tela e áudio gravado.

“Tivemos um grande cuidado de, em cada plataforma, enfatizar o uso institucional e para educação. Ou seja, está destacado em cada capítulo a segurança, se permite criptografia, realização de lista de chamada, entre outras funções da educação”, analisa a coordenadora.

A equipe do projeto foi composta por seis professores da Faculdade de Medicina da UFMG e oito alunos. “O trabalho em equipe foi fundamental, prontamente respondendo ao desafio e com equipe comprometida com o projeto”, finaliza a professora, ressaltando o apoio da direção e participação do CCS na diagramação e artes.

O projeto de extensão vai continuar com publicação de outros ebooks, sempre sobre uso de tecnologias de informação na educação. Confira o site e redes sociais da Faculdade de Medicina para acompanhar as novidades.

Acompanhe as notícias sobre o ensino remoto emergencial pela página dedicada ao tema.


Leia também: