Mau uso de aparelhos eletrônicos está entre as principais causas para dor cervical

De acordo com especialista convidado do Saúde com Ciência, o uso incorreto causa dor e desgaste acelerado da coluna


16 de novembro de 2022 - , , , , ,


*Eduarda Sperandio

Não é novidade que o mundo está rodeado por aparelhos eletrônicos, sejam eles os celulares, tablets ou notebooks. No entanto, o uso excessivo e incorreto deles causa diversos impactos negativos aos seres humanos, como insônia, complicações oculares, problemas psicológicos e, até mesmo, dores na coluna cervical, advindas de uma sobrecarga devido à flexão da postura. Ela é afetada ao se curvar diante do aparelho, causando dores e problemas mais sérios a longo prazo.

Segundo o entrevistado do Saúde com Ciência desta semana, o professor do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da UFMG, Aluízio Arantes, a utilização do computador, em atividades laborais e recreativas, precisa ser realizada corretamente, mantendo sempre a tela na mesma altura da visão.

“Se o computador está do seu lado, ao invés de estar na sua linha de visão, você vai precisar contorcer o pescoço para se adaptar àquela posição. Isso precisa ser corrigido, pois causa dor a médio prazo e desgaste da coluna a longo prazo”, afirma Aluízio.

Ainda de acordo com o especialista, os erros posturais favorecem desgastes na coluna, que podem provocar problemas futuramente, como a hérnia de disco. E quando se trata de má postura, a atividade de trabalho precisa ser um assunto abordado, principalmente para aqueles que utilizam computadores diariamente. Neste sentido, conforme o professor, a ergonomia é uma área de estudo muito bem vinda no caso.

A ergonomia é a ciência que estuda a relação das pessoas com as máquinas, equipamentos e condições de trabalho. A postura em frente às máquinas computadorizadas é um tópico muito comum.

Cuidados com a coluna

Uma vida sem aparelhos eletrônicos pode ser insustentável se colocada em prática, já que, atualmente, grande parte das atividades são realizadas com o auxílio de celulares e computadores. No entanto, é importante que a utilização dos dispositivos seja de forma consciente e cuidadosa, a fim de evitar desgastes desnecessários ou maiores contratempos com a coluna.

Com isso, o convidado do Saúde com Ciência indica que os indivíduos possuam atenção e cautela com a postura e pescoço ao manusear um dispositivo móvel. Sendo assim, é importante que, além dos computadores estarem alinhados à altura da visão, a postura também se mantenha ereta.

“A atenção à postura é muito importante para uma boa qualidade de vida. Assim a pessoa conseguirá evitar, na medida do possível, o desenvolvimento de problemas de coluna”, declara Aluízio Arantes.

Além disso, é fundamental que as horas passadas com os dispositivos em mãos não sejam exorbitantes, para que uma relação saudável entre o aparelho e o indivíduo seja estabelecida.

Saúde com Ciência

O programa de rádio Saúde com Ciência desta semana vai abordar questões relacionadas aos problemas de coluna, como a má postura, sedentarismo e o desgaste natural dela.

Saúde com Ciência é produzido pelo Centro de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e tem a proposta de informar e tirar dúvidas da população sobre temas da saúde. Ouça na Rádio UFMG Educativa (104,5 FM) de segunda a sexta-feira, às 5h, 8h e 18h. Também é possível ouvir o programa pelas principais plataformas de podcasts.

*Eduarda Sperandio – estagiária de jornalismo

Edição: Giovana Maldini


Print Friendly, PDF & Email