Acesso interno

Faculdade de Medicina lança página com informações de saúde mental para comunidade

Conteúdo publicado pela Comissão Permanente de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG reúne links, números de telefone e orientações para diversas situações.


05 de fevereiro de 2021 - , , , , , , ,


Captura de tela do site. Acesse.

A Faculdade de Medicina da UFMG lançou página com informações de acesso a serviços preventivos e emergenciais em contexto de saúde mental. O material reúne links, números e orientações que podem ser importantes para a comunidade.

Com a pandemia e as atividades presenciais suspensas, as condições de sofrimento mental aumentaram, segundo explica a professora e vice-diretora da Faculdade, Alamanda Kfouri. “O isolamento, o ensino remoto, o medo e muitas outras questões contribuíram para este agravamento. Daí veio a iniciativa de criar esta página. Apresentar com bastante visibilidade todos os canais e espaços que temos para um diálogo atento e acolhedor, acompanhar, encaminhar e mesmo minimizar as várias situações de sofrimento mental entre estudantes e servidores, utilizando as tecnologias digitais de comunicação”, afirma a professora.

Ela lembra que o trabalho de prevenção e promoção de saúde mental vem sendo uma das prioridades da Instituição. “A Faculdade de Medicina já tem grande tradição em manter políticas de enfrentamento dos diversos problemas de saúde mental para nossos estudantes. Temos ciência de que o curso de Medicina é longo, pesado, exigente, com uma carga horária grande, o que pode contribuir para o adoecimento dos estudantes. Os outros cursos – Fonoaudiologia e Tecnologia em Radiologia -, embora mais curtos, também possuem alta exigência”, ressalta, lembrando ainda que vários estudantes não são de Belo Horizonte, o que pode ser um fator a mais de sofrimento pela distância de sua rede de apoio.

Clique aqui para acessar. O conteúdo está em destaque na página principal do site da Faculdade.

Trabalho contínuo

Há dois anos foi criada a Comissão Permanente de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG, para articular as várias iniciativas de prevenção, acolhimento e acompanhamento de estudantes e servidores em sofrimento mental A ação é parte dos resultados do grupo de trabalho criado no final de 2019, seguindo recomendações do Relatório de Saúde Mental da Faculdade de Medicina da UFMG, aprovado pela Congregação em outubro daquele ano. Além do site, a Instituição lançou uma cartilha sobre prevenção ao suicídio e mantém os serviços da Escuta Acadêmica e Napem, bem como o Ponto de Encontro.

A página foi construída pelo Centro de Comunicação Social (CCS) da unidade. “Colocamos os serviços emergenciais em destaque considerando que parte das pessoas que vão acessar o site em busca de orientação pode estar em um estágio mais grave, de depressão ou ideação suicida. Também estão disponíveis contatos externos, do CVV e SAMU, além dos serviços da Faculdade Medicina e de outras unidades da UFMG”, explica Fábio Andrade, webdesigner do CCS.  

Com a pandemia de covid-19, a Faculdade percebeu o agravo da demanda. “Os atendimentos aumentaram significativamente e têm sido fundamentais neste momento tão complexo. Os estudantes tiveram que se adaptar ao ensino remoto, bem como docentes e servidores”, informa Alamanda. “Então, com tantos fatores de estresse, para além da própria pandemia, oferecer escuta e acolhimento tem sido essencial para contribuir de alguma maneira para que possamos, enquanto comunidade acadêmica, nos ajudar nesse momento”, conclui.

“A mensagem que deixo é de que você estudante, professor ou servidor não está sozinho. Há toda uma comunidade acadêmica empenhada em cuidar de cada um, fazendo o que nos compete para ajudar no enfrentamento desta pandemia”

Alamanda Kfouri, vice-diretora da Faculdade de Medicina da UFMG

Leia também: