Acesso interno

Quiz sobre covid-19 é lançado nas principais plataformas de apps

Jogo “Covid-19, você sabia?”, que já estava disponível no site da Faculdade, agora também pode ser baixado como app para smartphones.


09 de fevereiro de 2021 - , , , , , ,


Em menos de um mês após o primeiro caso de covid-19 confirmado no país, a Faculdade de Medicina da UFMG lançava em seu site o game “Covid-19: você sabia?”. Voltado para disseminação de informações de qualidade sobre a doença entre o público jovem, o quiz agora está disponível gratuitamente para download nas principais lojas de aplicativos (Play Store e Apple Store). Além disso, foi criada uma nova seção com questões sobre vacinas.

Parte do esforço da Faculdade no combate à pandemia, desde a fase de planejamento a proposta foi utilizar a tecnologia digital para promover mudanças de atitude na população, de forma a reduzir a propagação do vírus, em especial entre os mais jovens. “Aprender sobre covid-19 em um game nos pareceu uma opção possível e um desafio que poderia mobilizar este público, que tem se mostrado mais resistente às medidas preventivas recomendadas pelas autoridades sanitárias”, afirma Zilma Reis, professora do Departamento de  Ginecologia e Obstetrícia e coordenadora do Centro de Informática em Saúde (CINS) da Faculdade de Medicina. 

No contexto da pandemia e da demanda por informações de qualidade, formuladas com base em evidências científicas, o quiz tem papel estratégico. “Bem informadas, as pessoas podem tomar decisões mais acertadas sobre os cuidados pessoais, limpeza do ambiente e novas regras de convívio social no momento da pandemia”, segue a professora. Escolas de ensino fundamental e médio de Belo Horizonte e outras cidades foram procuradas para divulgação do conteúdo entre alunos.

Abra o QR Code e faça download na sua loja de aplicativos:

Jogo sério

A página do quiz no site da Faculdade teve 17 mil usuários e gerou dados sobre as principais dúvidas da população. “Os temas de ‘Cuidados’ e ‘Coronavírus’ foram os mais difíceis para os jogadores. Por outro lado, percebemos que o tema ‘Máscara’ apresentou uma redução significativa no percentual de erros ao longo do tempo. Desta forma, é possível inferir que as informações disseminadas sobre os temas com maior erro têm sido insuficientes ou não estão atingindo bem este público. Ainda assim, a adesão ao uso de máscara se fez refletir no aumento de acertos das perguntas acerca deste assunto”, completa a professora. 

Esses dados contribuíram para a ciência, com a publicação de artigo científico em uma revista de alto impacto, a JMIR Serious Game. O artigo está disponível pelo link: https://games.jmir.org/2020/4/ e25226. “No site dessa revista, o artigo está em destaque entre as publicações sobre a covid-19”, informa Zilma.

Serious Games, ou jogos sérios, são ações que usam jogos computacionais e abordagens de simulação e/ou tecnologias para propósitos que não são primariamente de entretenimento, mas sim educacionais.

Desenvolvimento e publicação

Isaias Ramos, coordenador de desenvolvimento do CINS, esteve desde o início envolvido no projeto. “Desde o primeiro momento nossa ideia era desenvolver um aplicativo. Assim que terminamos a primeira versão do app, tentamos publicar, mas qualquer coisa relacionada à covid-19 estava proibida, exceto se viesse diretamente do Ministério da Saúde”, conta. Após novo contato com o suporte da Google e Apple, donas das principais lojas de apps, a equipe foi informada que contas institucionais relacionadas à educação médica passaram a ter autorização para publicar conteúdos relacionados à doença. 

Dessa forma, foi utilizada a conta da universidade, em parceria com o DTI/UFMG. Foi a primeira vez que um aplicativo feito na Faculdade de Medicina é publicado na conta oficial de desenvolvedor da UFMG. “Abrimos precedente para desenvolvimento de aplicativos oficiais na conta da loja da UFMG pelas outras unidades e também temos possibilidade de novos aplicativos da Faculdade irem direto para lá”, celebra Isaias.

A primeira atualização do conteúdo foi em junho. Na ocasião, o game ganhou revisão na linguagem (para facilitar a compreensão das orientações) e os temas foram divididos em seis tópicos de interesse: Coronavírus; Cuidados; Saúde; Máscaras; Limpeza; Convívio. A equipe da Faculdade de Medicina estabeleceu parceria com a Escola de Design e Arquitetura da UFMG nesta etapa.

A página no site continua disponível. Inicialmente construído em português, o quiz ganhou versões em inglês e espanhol no mês de outubro. O objetivo da inclusão dos idiomas é atingir um público maior, também fora do Brasil.

Além disso, o site ficou mais interativo, com inclusão de efeitos sonoros e rankings pessoal e global. As perguntas e o feedback que aparece após a resolução das questões foram revisados, com o objetivo de torná-los mais claros, objetivos e didáticos.


Leia mais: